quinta-feira, 1 de junho de 2017

Não Fale com Estranhos - Harlan Coben



Sinopse 

O estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis. Adam levava uma vida maravilhosa ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele se questiona se tudo o que  construiu teria sido tudo uma grande mentira. Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar a esposa e a imagem de perfeição que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.

Resenha

Não preciso de nenhuma recomendação para ler um livro de Harlan Coben. É um dos meus autores preferidos e estava me sentido em débito com ele, pois estou bem desatualizado com suas obras. Deixei passar muitos de seus lançamentos, mas resolvi corrigir isso. Adquiri esse livro numa troca num sebo e o passei na frente de vários outros. O que me animou bastante na sinopse foi que ela não fazia menção a nenhum desaparecimento misterioso, elemento recorrente em suas obras. Não que isso me incomode, pois apesar dessa mania do autor em dar sumiço em seus personagens, suas tramas não se limitam a uma fórmula repetitiva. São histórias únicas, bem armadas e escondendo mistérios difíceis de desvendar.

O livro já começa tenso, com o protagonista sendo abordado por um estranho que lhe revela um segredo escabroso sobre sua esposa capaz de virar do avesso toda a harmonia de sua família. Achei Adam um personagem bem diferente dos protagonistas masculinos de Harlan. Um cara todo certinho, que põe em primeiro lugar o bem estar de sua família, muitas vezes cedendo até demais às vontades da esposa. O que não o torna fraco e sim uma pessoa flexível. Um homem íntegro, sensível e generoso.

No decorrer da narrativa vão surgindo outras tramas paralelas de pessoas vivendo o mesmo dilema de Adam, ou seja, descobrindo segredos horríveis sobre seus entes queridos através de um desconhecido. Essas outras histórias dão mais dinamismo à trama e me deram uma ideia do verdadeiro intuito desse estranho, que vive rondando pessoas de bem e arrasando com suas vidas. Até que um assasinato totalmente inesperado e brutal me desnorteou completamente. Não esperava que aquela pessoa fosse morta. E muito menos da maneira como aconteceu. O crime dá uma virada na trama e me deixou atordoado, porque não estava mais entendendo onde tudo aquilo ia levar.

Algumas coisas vão sendo resolvidas no decorrer da leitura, mas a solução final fica para as últimas páginas e vem de uma vez só, sem as costumeiras reviravoltas do autor. Desta vez Harlan segurou o esclarecimento do grande mistério até o final e o esclareceu de uma vez só, sem rodeios. Senti falta daquelas especulações que são feitas até chegar a solução verdadeira. Mas mesmo assim achei o desfecho bem surpreendente. As pistas estavam bem óbvias, mas viajei tanto na história que nem percebi. É um livro intenso, bastante violento, que mostra o quanto nossos erros podem se voltar contra nós ou pior, contra as pessoas que mais amamos. Quanto aos desaparecimentos, prefiro não dizer se acontece algum. Até porque isso nem importa tanto. É melhor vocês lerem e descobrirem.

3 comentários:

  1. Olá, Ronaldo!

    Li sua resenha há alguns dias, mas está tudo tão corrido que não consegui comentar antes.

    Eu tive medo de ler a resenha, sabia?kkkkkkk... Temia que você não tivesse gostado da história e como eu quero muito ler esse livro, fiquei receosa de ler a resenha!rsrs Sou meio doida, já sei.rs Mas fiquei muito empolgada com o que você escreveu! Acho que vou passar esse livro na frente dos outros!

    Amo Harlan Coben! Sempre fico sem fôlego ao ler suas histórias. Já li muitas. O que ainda não li foi aquela série de um detetive Myron alguma coisa. Porque na época eu soube que a série estava sendo publicada fora de ordem no Brasil, aí resolvi esperar.

    Já viu o novo lançamento do autor? A Grande Ilusão. Já quero muito!

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série do Myron Bolitar foi publicada fora de ordem realmente, mas os sete primeiros já estão disponíveis no Brasil. Eu não sabia desse lançamento, esse Harlan me mata. Muito obrigado por ter se importando em deixar seu comentário. Beijo.

      Excluir
    2. Ai, que bom! Vou começar a comprar os livros da série então e me organizar para lê-la! Eu tenho Alta Tensão, que ganhei de presente anos atrás e nunca li, pois foi naquela época que eu soube que a série estava toda fora de ordem.

      Eu já estou completamente louca por esse lançamento! Pela sinopse e a capa deve ser maravilhoso!

      Bjs!

      Excluir