quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Sete personagens iluminados da obra de Stephen King


Daniel Torrance (O Iluminado)

Dan Torrance é filho único do casal Wendy e Jack. Uma mãe amorosa e um pai alcoólatra, que desconta suas frustrações na família. Um garoto introspectivo que, ao se mudar com os pais para o Overlook Hotel, descobre possuir o dom da iluminação e passa a ser assediado por uma turba de fantasmas que assombram o hotel. Porém seu dom de ver os mortos também é sua proteção, que o torna imune ao apelo das forças malignas que tentam arrastá-lo para sua miséria. Mas o mesmo não ocorre com seu pai.


Mike (Joyland)

Portador de uma doença incurável, o maior passatempo de Mike é empinar pipa em sua cadeira de rodas. Mas apesar da limitada expectativa de vida, ele é um garoto alegre, que não perde a vontade de viver e tem um dom muito especial. Ele é um iluminado e quando seu caminho se cruza com o de Devin, um rapaz que trabalha num parque de diversões, sua vida ganha um novo sentido. Seu dom da iluminação será posto à prova, mas mais do que o autodescobrimento, ele será apresentado pelas mãos de Devin a um novo mundo, cheio de fantasia, esperança e poesia.


Abra (Doutor Sono)

Desde pequena Abra demonstrou que não era uma menina comum. Ao seu redor aconteciam coisas estranhas, como, por exemplo talheres surgindo pendurados no teto. E a iluminação de Abra era tão forte que a transformou no objeto de desejo de uma criatura horrenda, que se alimenta da iluminação de crianças como ela e é capaz das piores atrocidades para agarrar sua presa.


Duddits (O Apanhador de Sonhos)

Em Derry, no Maine, quatro garotos presenciam um ato de extrema violência, quando Duddits, um menino portador de síndrome de Down, é torturado por uma gangue de adolescentes. Num impulso de  coragem os quatro conseguem salvar a vida do indefeso menino. O que os amigos não sabem é que Duddits é um garoto especial, com poderes para penetrar na mente de outras pessoas. E pouco mais de duas décadas, eles descobrem que esse encontro será de importância vital para salvar a vida de toda uma cidade.

John Smith (A Zona Morta)

Após um acidente, Johny fica em coma por quatro anos e ao despertar, desenvolveu um poder que pode ser tanto um dom, como uma maldição: enxergar o futuro. Tal façanha ele consegue com o simples ato de tocar alguém ou algum objeto pertencente à essa pessoa. Com essa habilidade Johny pode evitar várias tragédias, inclusive a possibilidade de evitar uma catástrofe mundial.


Carrie (Carrie, A Estranha)

Carrie é uma menina com dificuldades de socialização devido à rigida criação que teve por parte de sua mãe, uma fanática religiosa. Seu comportamento retraído a torna alvo de bullying na escola e nos momentos de tensão ela deixa vir à tona o dom da telecinese. Um poder tão grande que, em outras circunstâncias poderia tê-la tornado uma verdadeira super heroína, mas que nas mãos de uma jovem tão frágil, desamparada e perturbada,a transforma numa verdadeira calamidade ambulante.


John Coffey (À Espera de um Milagre)

Como pode uma alma tão pura sofrer tantas injustiças? Um homem sensível, num grau de desenvolvimento espiritual tão elevado, que soube enfrentar um terrível martírio com dignidade. Um gigante com alma de criança que conquistou o coração de seus próprios algozes. Meu consolo é que ele era tão evoluído, que deve ter surfado sobre todo aquele sofrimento pelo qual passou.



8 comentários:

  1. Excelente post, existe mais alguns que são evidentemente iluminados, como a Vó Abigail em Dança da Morte e o Dick Halloran no próprio livro O Iluminado.

    Abraços
    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Ronaldo! Adoro suas listas e essa é ainda mais especial porque se trata de personagens de um dos meus autores prediletos! Para mim o mais iluminado de todos é John Coffey, me arrepio toda vez que lembro dessa história :)

    Grande abraço!
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro escrever sobre ele, é um dos meus preferidos também.

      Excluir