domingo, 30 de outubro de 2016

Sete meninas más da literatura

Sete crianças que tocaram o terror foi um dos primeiros posts do blog, publicado há mais de dois anos e até hoje está entre os mais vistos. Afinal a maldade infantil é um dos temas mais controversos da literatura. E muitos leitores tem me cobrado a presença de Rhoda, personagem da obra de Willian March, entre a criançada do mal. Porém, como disse, o post foi publicado em 2014, muito antes da publicação do livro aqui no Brasil. Por isso, fiz uma nova lista, desta vez dedicada apenas às meninas que tocaram o terror na literatura.


Rhoda

Abrindo essa lista, ninguém menos que ela, Rhoda, uma das precursoras das crianças malvadas da literatura. Uma menina dócil, educada, que deixa todos admirados com sua maturidade, seu comportamento exemplar, mas que esconde debaixo dessa fachada uma índole que a transforma num perigo potencial para aqueles que cruzam seu caminho. Basta você ter algo que Rhoda deseja, para se transformar em seu alvo.



Theres

Ainda bebê ela foi encontrada numa floresta por um casal de músicos e acolhida por eles. Logo, descobriu-se que ela tinha um dom especial relacionado à música e por isso se tornou valiosa demais para que cogitassem a possibilidade de perdê-la. Mas a garota guardava segredos muito mais profundos e esse casal não sabia o perigo que corria tendo-a sob sua guarda. Um prova de que por trás do talento artístico, beleza e inocência pode haver uma maldade de proporções apocalípticas.



Vonda

No livro de Raphael Montes, onde cada conto se refere a um pecado capital, Vonda representa a inveja. Aos 13 anos, sua maior diversão é inventar histórias junto de sua irmã gêmea. Porém, essa brincadeira ingênua começa a ter contornos macabros quando Volda começa a cobiçar o namorado da irmã mais velha das gêmeas. As histórias lúdicas se transformam em um plano muito mais sinistro e para colocá-lo em prática basta um passo.


Claudia 

Transformada em vampira ainda na infância, a francesa Claudia foi amaldiçoada a viver eternamente no corpo de uma criança. E essa condição faz com que ela se rebele contra sua realidade. A criança que não pode envelhecer contempla amargamente as belas mulheres nas quais ela nunca se tornará e direciona sua fúria tanto contra suas vítimas, quanto contra os responsáveis por sua criação.


Eve

Aos cinco anos ela quase colocou fogo em sua irmã gêmea. E esse não foi o único atentado contra a doce Alexandra. Era só deixá-las sozinhas com que a menina sofria algum tipo de acidente. Eve odiava a irmã desde a mais tenra idade. Qualquer presente, carinho ou elogio que a garota ganhava era para ela uma ofensa pessoal. Para Eve, Alexandra estava tomando um lugar que deveria ser só seu. E essa rivalidade era só o prelúdio para um jogo de intrigas que se desenrolou até a sua vida adulta.


Camille

Irritiante, cruel, dissimulada e muito, mas muito chata. Todas essas características são as mais sutis em relação à Camille. Pois ela tem defeitos muito piores que esses. Ela faz parte daquele gênero de meninas muito comuns nas escolas, a garota popular que controla as outras e abusa de seu poder, cometendo assim os maiores desmando. Uma jovem sádica, que assim que vê o menor sinal de fraqueza ataca sem piedade.

Dhiane

Trata-se da história de uma babá que é presa por um grupo de “ crianças” e sofre uma série de torturas.  Na verdade as idades aí variam, dos 10 aos 17 anos, portanto, alguns são adolescentes.
Dianne é a mais velha, com 17 anos, é a líder do grupo e possívelmente a mente mais cruel entre as crianças. Em alguns momentos ela até se mostra amável com sua vítima, mas em outras atitudes demonstra ser a mais fria, cruel e manipuladora do grupo. Uma garota que não demonstra a menor piedade com o sofrimento alheio e só quer levar aquela brincadeira macabra até o fim.





4 comentários:

  1. Olá!
    Adorei a lista! Fiquei com vontade de reler O Reverso da Medalha, livro muito bom!
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIO HARRY POTTER NO NOSSO FACEBOOK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele era demais mesmo, alguns de seus livros li várias vezes.

      Excluir
  2. OLá Ronaldo!!
    Muito legal a lista!!
    Dos livros citados só não li ainda Melodia do Mal e Quando os Adams Saíram de Férias,que acabei de adicionar à minha lista aqui.Rhoda com certeza merece destaque.Vibrei com o final de menina Má quando li.Abraços

    ResponderExcluir