quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Sete livros para se ler em um dia


No youtube há diversos vídeos com listas de livros para se ler em um dia e certa vez resolvi parar para ver um deles. Nesse vídeo a vlogueira dava ótimas dicas de livros de leitura fácil, que podiam ser devorados em poucas horas. Porém, em grande parte dos exemplos ela citava livros de mais de quatrocentas páginas. É até possível ler esses calhamaços em um dia. Mas, ou você passa oito horas por dia lendo, tempo que quase ninguém tem, ou usa leitura dinâmica e não lê, mas escaneia o livro. Leitura de entretenimento deve ser feita sem pressa, com calma, com prazer, saboreando cada página. Por isso aqui vai uma lista de sete livros que realmente podem ser lidos em um dia.


O Adulto

Esse conto saiu originalmente numa coletânea e finalmente a Intrinseca o lançou individualmente. É curioso ver uma autora de thrillers psicológicos, tramas com estruturas tão complexas, personagens pouco convencionais, escrevendo um conto de terror com uma premissa tão simples. Não é nada fora de série, mas uma boa curiosidade para preencher alguns momentos do dia. O grande problema desse livro é o valor, R$ 24,90 por algumas dezenas de páginas.

Páginas: 64


O Pecado de Todos Nós

Essa é mais uma prova da versatilidade de Taylor Caldwell, uma autora que se aventurou nos mais variados estilos e sempre se saiu bem. Trata-se de uma história apocalíptica, narrada pelo ponto de vista de um jovem fazendeiro que tenta salvar sua família de uma série de catástrofes naturais. Mas, diferente de outros livros do gênero, a resposta para impedir o fim do mundo não está em descobertas científicas, mas em fazer com que cada ser humano do planeta se reconcilie com a natureza. Um livro que fala de espiritualidade, amor, companheirismo e traz uma importante mensagem ecológica.

Páginas: 185


A Pomba

Um livro claustrofóbico, insano e aflitivo. O autor nos joga dentro da mente de um homem que sofre de TOC, escravo de seus próprios rituais, preso ao inferno que é o seu cotidiano. Mas pior do que os hábitos dos quais se torna tão dependente quanto de uma droga, é quando esse ciclo se quebra. Ele se vê totalmente vulnerável quando não consegue cumprir um de seus muitos rituais e faz verdadeiros malabarismos para  continuar cometendo suas loucuras. As poucas páginas são suficientes para te dar uma amostra do que é a rotina de um portador de TOC.

Páginas: 112


O Vilarejo

Não entendo como é que pode caber tanto terror, tanta emoção, tanto conteúdo num livro tão curto. Raphael Montes reúne sete histórias de terror cujo tema são os sete pecados capitais. Todas se passam num vilarejo e, apesar dos contos serem independentes, há uma ligação entre eles. Por isso, recomendo a leitura na ordem. Além das poucas páginas, o livro é pontuado por várias ilustrações, o que torna o texto mais curto ainda. Mas a leitura não é rápida apenas pela quantidade de páginas, os enredos são envolventes demais.

Páginas: 96


Dolores

Conhecida por seus calhamaços como O Vale das Bonecas, Uma Vez Só É Pouco e A Máquina do Amor, Jacqueline mostrou que também é capaz de ser sucinta e mesmo assim escrever boas histórias. Calcada em Jaqueline Kennedy, Dolores é uma viúva que encontra dificuldades ao recomeçar sua vida, mas encara isso com humor. Um livro leve, com uma personagem cativante, que mostra outro lado de uma escritora que, infelizmente, deixou uma obra tão curta.

Páginas: 176


A Outra Face

Foi um dos primeiros livros de Sidney Sheldon que li. Passei da metade numa só sentada e terminei em menos de 24 horas. Fala de um psicanalista que de uma hora para outra se vê cercado por uma série de assassinatos brutais de pessoas ligadas a ele. Para ele a chave desse mistério está em um de seus pacientes. Mas não sabe qual deles. As cenas em que o psicanalista Judd se vê encurralado são alucinantes. O livro tem um ritmo incessante, com uma situação se emendando na outra e você nem percebe as páginas virando até chegar ao final. A Outra Face foi o primeiro romance de Sheldon e ganhou o prêmio Edgar de melhor livro de estreia do ano. Já o li quatro vezes e ele não perde o seu encanto.

Páginas: 192



O Pequeno Principe

Um livro que acompanhou várias gerações de leitores, fez muita gente se apaixonar pela leitura e nos mostrou uma forma descomplicada de enxergar a vida. É um livro indicado para todas as idades, para todos os públicos e que não só pode, como deve ser lido várias vezes no decorrer da vida. Amo essa obra.

Páginas: 96

8 comentários:

  1. Vai ter uma super resenha do conto O ADULTO???? preciso muitooooooo de uma opinião sobre esse livrooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, estou bem atrasado com as resenhas, mas vai rolar sim.

      Excluir
  2. Olá Ronaldo! Você não tem noção do quanto eu já procurei por posts assim como o seu. Com livros que REALMENTE tem como ler em um dia! Já vi vários e vários videos e posts, mas foi o que você falou logo no início... Calhamaços que para mortais assim como nós, rsrs, que apreciam a leitura e não "Escaneiam" (como vejo muitos leitores por aí) ficava difícil!
    Já anotei suas dicas, pois dessa lista eu li somente o Vilarejo que por sinal é muito bom! Obrigada!!

    lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta ler correndo, senão não tem graça?

      Excluir
  3. Oi, Ronaldo. O Conto adulto é razoável mesmo, e como você disse, é possível degustá-lo em um dia. Talvez devessem ter publicado a coletânea completa porque o preço fica muito salgado, não compensa muito.
    Abraços

    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria legal que publicassem a coletânea, compensaria muito mais.

      Excluir
  4. Carrie e Frankensten, mesmo não sendo tão curtos acabei conseguindo ler em um só dia !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom ler o livro assim, num só dia, parece que te envolve mais.

      Excluir