domingo, 17 de julho de 2016

A Morte do Capitão América - Larry Hama



Sinopse

Ele foi um herói para milhões de pessoas, viveu por seu país – e agora, alvejado a sangue frio, deu sua contribuição final à terra que tanto amou. A morte do herói tem sérias consequências. Falcão, seu parceiro de toda a vida, faz da vingança sua prioridade. Sharon Carter, prisioneira dos capangas de Caveira Vermelha, encontra-se fora de controle. E Bucky Barnes, mais conhecido como Soldado Invernal, precisa se reconciliar com seu passado sórdido, a fim de encarar uma missão que mudará sua vida. Uma monumental releitura do mito do Capitão América nesta adaptação trazida ao Brasil com exclusividade pela Novo Século.

Resenha

O livro se inicia logo após os acontecimentos de Guerra Civil. É narrado em primeira pessoa pela agente Sharon Carter e algumas cenas são narradas em terceira pessoa pelo ponto de vista de diversos personagens, um deles é o Soldado Invernal, que rouba a cena. É um dos personagens que mais me fascinam no universo Marvel e adorei saber mais sobre ele. Decidido a deixar para trás sua vida de assassino e reassumindo sua identidade original, a do adolescente Buck, o herói mostra que é capaz de uma grande lealdade ao seu antigo parceiro Capitão América, demonstrando uma grande bravura ao enfrentar a HIDRA para honrar seu grande amigo.

Quanto a Sharon Carter, me aborreci muito com a personagem, que se mostrou bem diferente das poucas referências que eu tinha dela. A agente passa a maior parte do tempo remoendo-se de culpa por um ato cometido no início do livro, o que a transformou numa chata difícil de aturar. Entendo que o acontecimento foi dramático, mas suas lamentações me cansaram.

Outros heróis dão as caras nessa nova aventura. Uns só de passagem, outros com participações fundamentais, como Falcão. O livro não tem a mesma força de Guerra Civil, mas é bem empolgante. O ritmo é ágil, com uma ação crescente. Quando você acha que uma situação se resolveu, surge uma nova dificuldade no caminho dos heróis, aumentando a tensão, até chegarmos a um clímax explosivo.

Uma leitura rápida, que nos dá aquela sensação de familiaridade ao encontrarmos velhos conhecidos, com um texto despretensioso e uma trama mirabolante, muito parecida com um enredo de espionagem, mas exposta de um modo fácil de acompanhar. Destaque para o trabalho gráfico que ficou lindo. É muito bom conhecer os super heróis através de outra perspectiva e quero muito conhecer os outros títulos da coleção.









2 comentários:

  1. Eu vou esperar a black para comprar meu exemplar, ou vou ficar de olho para quando houver alguma promoção dele. Essa agente que vc fala, é aquela moça loira do filme? ( a atriz de Revenge????. Dos livros lançados, eu só quero esse e o do wolverine!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a Emily Vamcap. Eu também comprei em promoção na Saraiva, estava R$ 19,90 esse edição slim. Também não pretendo comprar todos. Só a maioria, kkkk.

      Excluir