sábado, 2 de abril de 2016

Não Queira Saber - Lisa Jackson



Sinopse

Todas as noites Ava sonha com seu filho, Noah. O garoto desapareceu há dois anos, e seu corpo nunca foi encontrado. Quase todos, inclusive Wyatt, o marido meio ausente, supõem que o menino tenha se afogado após cair do cais próximo a sua casa, na Ilha Church. Ao longo desse período, Ava passou a maior parte do tempo internada em hospitais psiquiátricos de Seattle, arrasada pelo luto e incapaz de recordar os detalhes do desaparecimento do filho. Contudo, à medida que suas faculdades mentais voltam ao normal, as suspeitas aumentam. Ela não consegue se livrar da sensação de que a família e a psiquiatra sabem mais do que dizem. Será apenas preocupação com o seu bem-estar? Ou medo de que Ava descubra alguma coisa? Estará enlouquecendo? Será que Noah ainda está vivo? Ava não irá desistir enquanto não obtiver respostas.

Resenha

Não Queira Saber chegou pra mim com um gostinho especial, pois foi meu primeiro livro da parceria com a Editora Record. E começamos com o pé direito, pois esse lançamento da Lisa Jackson me surpreendeu em vários aspectos. Uma trama que não me conquistou de imediato, mas que foi ganhando intensidade aos poucos, alcançando um clímax soberbo.

O livro começa com aquela típica atmosfera de um bom e convencional romance policial. Uma mansão num lugar isolado, habitada por uma família cujos membros guardam profundos ressentimentos uns dos outros, uma heroína aparentemente frágil, mas que guarda uma grande determinação, um marido nada confiável, um empregado charmoso, cujas intenções naquele lugar não são claras e um trágico acontecimento do passado que paira como um fantasma  sobre  os personagens.

Mas apesar de todos esses elementos, o início é desanimadoramente lento. A autora se demora muito em cenas do cotidiano, fazendo com que a narrativa dê muitas voltas até que a trama comece a se movimentar. Além disso, são tantos os personagens que chega um ponto em que você começa a confundi-los. São muitos os membros da família que são apresentados para só voltarem a aparecer cinqüenta páginas depois. Ava, a protagonista vive em constante conflito com seus familiares. O marido a trata como louca, sempre a criticando por buscar respostas sobre o desaparecimento do filho do casal.  A prima cadeirante Jewel-Anne, a culpa pelo acidente de barco que a tornou paraplégica, sempre alfinetando-a pelos cantos da casa. E até mesmo a empregada a trata com desprezo.  Ninguém dá à Ava um voto de confiança, cada atitude sua é criticada. Fiquei indignado com a maneira como ela era tratada por aqueles parentes. Eu no lugar dela teria mandado aquele povo todo para aquele lugar.

A narrativa demora muito a ganhar um foco. São mencionados muitos fatos nebulosos do passado que num primeiro momento despertavam a minha curiosidade, mas devido à autora sempre mudar de assunto, logo perdia o interesse. Porém quando o livro está próximo da página 200, um crime totalmente inesperado acontece e dá um novo rumo à trama. A partir daí a narrativa fica menos dispersa e então o livro vai se tornando cada vez mais envolvente. Ava sai de sua apatia e começa a reagir, aproximando-se do sedutor caseiro Dern, cujas verdadeiras intenções vão sendo reveladas gradualmente. Um casal muito pitoresco de detetives entra em cena, o que reforça o clima investigativo. E muitos fatos isolados vão se ligando, fazendo com que muitas coisas que pareciam sem sentido comecem a se encaixar.

Conforme Ava começa a reagir, o livro fica à cada página mais empolgante. Revelações de cair o queixo começam a vir à tona e antes que eu me refizesse de um choque, vinha outra bomba pra tornar a trama ainda mais sinistra. E por falar em sinistro, há uma cena bizarra da violação de um túmulo que me deixou arrepiado.

Lisa escreveu um livro grandioso, que é muito mais que um thriller. A história de superação de uma mulher que sozinha mergulhou numa luta em busca da verdade, vencendo a loucura, as mentiras e o ódio, movida apenas pelo amor ao seu filho desaparecido. Por isso, quem se desanimar com o início, eu imploro que não desistam, pois estarão abrindo mão de um turbilhão de emoções.

9 comentários:

  1. Olá Ronaldo!
    Curti, o livro parece muito bom! Bacana que não desistiu da leitura e no fim ela se mostrou proveitosa. E parabéns pela parceria :)
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - MEGA SORTEIO DE ANIVERSÁRIO! LANÇAMENTO STEPHEN KING + TIMOTHY ZAHN E RENATA VENTURA AUTOGRAFADOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta também, Thalita, às vezes a editora se simpatiza com o blog e menos não tendo zilhões de seguidores eles dão uma oportunidade, como aconteceu comigo.

      Excluir
  2. Cara, vc não me falou que agora é parceiro do grupo RECORD ki mancadaaaaaaaa!!!!!!
    Eu todo feliz no facebook falando sobre a pareria que eu consegui, e vc aqui ostentando uma parceria com a Record que tem os meus livros favoritos......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lógico que eu falei no facebook, menino! Eu não tinha visto seu post sobre a parceria coma Arqueiro e a Sextante. Fico muito feliz. Também são editoras que publicam livros que eu amo. Já pensou, receber todos os lançamentos do Harlan Coben.

      Excluir
    2. Eu não gosto do HARLAN!!!!!!!!!!!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ele foi minha primeira decepção literária com o livro DESAPARECIDO PARA SEMPRE... Nunca mais lerei qualquer livro desse autor... E não adianta querer fazer minha cabeça kkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Que isso, dá uma chance ao Harlan. tente ler a série infantojuvenil dele, do Mickey Bolitar.

      Excluir
  3. Adoro visitar o seu blog. Sempre conheço novos autores e livros (pra mim).
    Abraços
    http://www.benoliveira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Que bom poder compartilhar esses belos autores. E também devo ao seu blog muita coisa boa que descobri.

      Excluir
  4. Estou tentando achar esse livro para baixar, preciso muito lê-lo. Se alguém tiver, por favor avise.

    ResponderExcluir