quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

A Desconhecida - Peter Swanson


Sinopse

Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

Resenha 

A referência aos filmes de Hitchcock foi o motivo decisivo para que eu comprasse o livro. Sou fã do diretor e a promessa de uma narrativa repleta de suspense, ação e uma pitadinha de romance me deixou com água na boca. Logo de início senti uma certa influência dos filmes de suspense das décadas de 50 a 70. Um mocinho ingênuo, que se apaixona por uma mulher de índole duvidosa e que o envolve numa trama cheia de perigos; Um gângster violento, perseguindo esse rapaz; Mistérios, um roubo e um assassinato. Ou seja, um típico romance noir. Senti bastante semelhança com o estilo de Cornell Woolrich, principalmente na ênfase aos sentimentos do personagem principal. George é um cara solitário, apaixonado por uma colega de faculdade com quem teve um conturbado romance.  

O livro é dividido entre o passado, quando George conheceu a misteriosa Liana na faculdade e o presente, pegando como ponto de partida o reencontro de George com essa mulher. Dá muita raiva da ingenuidade e passividade de George que age como uma marionete nas mãos de Liana. Já de início o autor deixa claro que não há nenhuma dubiedade no caráter da personagem, ou seja, não há dúvidas de que ela é uma salafrária, evidenciando o quanto George se deixa manipular. Conforme vamos conhecendo mais sobre o passado de ambos, ficamos mais certos de que George sabe que sua ex namorada não vale um centavo, mas mesmo assim ele se deixa enveredar por suas maquinações. E aí não dá para ter empatia pelo protagonista.

A narrativa é bem movimentada, há enigmas bem intrigantes com soluções satisfatórias que nos vão sendo apresentadas no decorrer da leitura, enquanto outras perguntas ficam com as respostas guardadas somente para o final. É uma trama bem inteligente, apesar de nos momentos finais o autor criar alguns lances bastante forçados que tiraram muito do meu entusiasmo. Mesmo assim o classificaria como um bom livro policial, não fosse o final inconclusivo. Quando virei a penúltima página e me deparei com os agradecimentos do autor me senti como uma criança cujo brinquedo foi arrancado das mãos no melhor da brincadeira. Esperava um final apoteótico para compensar os tropeços finais do autor, mas esse não veio. Na verdade, nem sei se dá para chamar aquilo de final.

13 comentários:

  1. Olá Ronaldo!
    Poxa, desanimei totalmente com esse livro. Não tenho paciencia com personagens facilmente manipuláveis e finais inconclusivos :(
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! NOS SIGA E PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O George é um porre mesmo, não consegui torcer por ele.

      Excluir
  2. Olá!!! Tudo bem?
    Conheci o livro no periodo do lançamento e já adicionei a minha lista. E vi algumas resenhas com bons comentários ai vem a sua que muda toda a situação rsrs, não vou deixar de ler o livro; pois quero ter minha opinião, mas é engraçado como o mesmo livro se apresenta diferente para os leitores.

    Abraços
    Carla Fernanda
    http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, opinião é algo muito subjetivo e o livro, como eu disse, tem seus atrativos, mas não me conquistou.

      Excluir
  3. Oi Ronaldo, tudo bem? Esse é um livro que estou de olho desde o lançamento, mas ainda não consegui adquirir :P
    Também adoro suspense, mistério e afins... Mas pela sua resenha, não tenho certeza se irei gostar, pois acho que posso acabar odiando o personagem e o final. Mas só lendo para saber. E espero conseguir fazer isso logo. Beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor até que começou bem, mas estragou tudo com aquele final, mas leia e tenha sua opinião.

      Excluir
  4. Ronaldo cade você para responder os nossos comentários rapaz????? Kkk. Eu só crítica ruim desse livro, então n vou perder meu tempo e energia lendo ele kkkk já sou mais rebelde kkkk se todo mundo odeia, não sou eu que vou me arriscar kkkkkkkkk Abraço. Eu fiz um post com os melhores do ano. Quero saber qual foi sua melhor leitura de 2015??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estou de volta, estava sem tempo de acessar internet. Esse é mais um livro querendo pegar carona no sucesso de Garota Exemplar (The Girl With a Clock For Heart é o título original). Vou lá conferir seu post. Também farei uma lista com minhas melhores leituras de 2015, só espero postar antes do final do ano.

      Excluir
  5. Olá Ronaldo! Quero muito ler esse livro e depois opinar sobre ele também... Achei a capa super convidativa e sua resenha me despertou mais o interesse

    Abraço!

    http://eventualobradeficcao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando postar sua resenha me avise para eu saber o que você achou.

      Excluir
  6. RONALDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO cade vc???????????? agora que eu tenho meu wifi de novo vc desapareci kkk aff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem me chamou? Foi mal a demora amigo, mas é a falta de tempo mesmo. Prometo compensar o tempo perdido.

      Excluir
    2. Que máximo que vc vai fazer um posto com os melhores do anooooooo!!! Certeza que vai ter aquele que vc super o vilarejo kkk. Vou aguardar

      Excluir