domingo, 22 de novembro de 2015

Sete mafiosos da literatura

D. Vito Corleone

O mais famoso chefão da cultura pop só poderia ter sido um dos mais implacáveis mafiosos. Um italiano de origem humilde que se aventurou a tentar a vida nos Estados Unidos e lá começou a construir seu império, não hesitando em se utilizar de métodos violentos para  se estabelecer em seus negócios. Apesar disso, era um homem que amava profundamente sua família e não desejava que seus filhos seguissem o seu caminho. Um personagem que se tornou uma referência para todos os escritores que se desejem enveredar no mundo da máfia.


Cesare Cardinalle 

Para muitos, Cesare era apenas um homem de negócios com uma reputação ilibada. Mas aqueles que conheciam o mínimo que fosse de sua verdadeira face, sabiam o suficiente para temê-lo. Um criminoso que enriquecera matando quem entrasse em seu caminho. Principalmente pessoas dispostas a testemunhar contra a máfia. Um mafioso que não costumava mandar recado, resolvendo seus assuntos com as próprias mãos, o que lhe um enorme prazer. E sempre acompanhado de seu afiado estilete.


Vinnie Amendola

Esse é figurinha fácil nos livros de Robin Cook. Vinnie é um mafioso que vive às voltas com fraudadores de planos de saúde, corpos jogados nos rios e acaloradas discussões de "negócios" acompanhadas de uma boa massa num discreto restaurante italiano. Mas apesar de experiente, impiedoso e audacioso, Vinnie vive levando rasteiras da legista Laurie Montgomery. E após ter falhado nas diversas vezes em que tentou se livrar da médica, acabou por desistir e manter uma distância segura de sua inimiga.


Rehvenge

Conhecido como O Reverendo, Revhenge fundou o Zero Sun, um bar de fachada para o tráfico de drogas onde as figuras mais incomuns costumam aparecer. Como vampiros, por exemplo. Devido à sua linhagem, parte Sympatho, uma espécie capaz de manipular os sentimentos alheios, ele depende de substâncias químicas para controlar sua natureza nociva aos que o cercam, o que o torna fornecedor e usuário de drogas. Mas nada disso o torna menos poderoso, sedutor e letal.


Freddie Jackson

Ele tinha quase todos os defeitos do mundo, mas o pior deles era a inveja. Já era um veterano no crime, quando seu primo Jimmy começou a engatinhar nos negócios fora da lei. E foi por com um crescente ressentimento que ele acompanhou a ascensão de seu antigo discípulo e quis tomar tudo o que o rapaz conquistara, inclusive sua mulher. E os métodos utilizados não foram nada sutis. Um vilão sem nenhum escrúpulo, que deixou em seu rastro uma longa trilha de calamidades.

Michael Moretti

De origem humilde, Michael começou sua jornada no mundo da máfia fazendo pequenos serviços para as “famílias”, até se tornar um dos chefões. Acostumado a ter tudo o que deseja, sente-se desafiado com a rejeição de uma íntegra advogada a quem assedia para que passe a trabalhar para ele. Determinado, não mede esforços para ter Jennifer Parker prestando-lhe serviços. O problema é que quando o consegue, ela acaba por ganhar também seu coração, se tornando sua maior fraqueza.


Vince

Como um mafioso tradicional, ele herdou os negócios do pai e os assumiu com toda a competência. Faça perguntas sobre ele que logo será convidado por seus capangas a entrar num carro para uma viagem, da qual só retornará se tiver muita sorte. Extremamente violento, provocá-lo pode significar perder algumas partes do corpo. Um cara pavio curto, acostumado desde criança com a violência. Mas toda essa valentia escorre pelo ralo quando está diante de sua adorada enteada, por quem demonstra um enorme carinho.


2 comentários:

  1. Olá!
    Adorei a lista! Só conheço o D. Vito e fiquei curiosa para ler mais sobre os outros.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são todos personagens fascinantes, cada um à sua maneira.

      Excluir