terça-feira, 8 de setembro de 2015

Sete lugares da literatura para nunca se visitar

Castle Rock

Castle Rock é uma cidade rural dos EUA com uma população pacata, conservadora e bastante isolada dos povoados vizinhos. Passar um final de semana nessa cidade seria uma ótima pedida para se afastar do tumulto das grandes metrópoles. Lá tudo é muito barato e há inclusive a opção de poupar seu dinheiro e fazer algumas trocas. Mas fiquem espertos, pois elas costumam ser macabras. Se gosta de cães, vai encontrá-los em abundância. Só cuidado com um que responde pelo nome de Cujo. Se tem algum segredo, fique longe de um tal de John Smith. E se é fã do escritor Thad Beaumont, é melhor não incomodá-lo pedindo um autógrafo. Ele costuma andar em má companhia.





A Ilha do Dr. Moreau

Para Prendick , que sobreviveu a um naufrágio, encontrar uma ilha habitada onde é acolhido e recebe todos os  cuidados, além de dispor de todo o conforto, foi como nascer de novo e se encontrar num paraíso.  Natureza vicejando, a praia livre de poluição, a noite cheia de estrelas. Mas há algo de estranho com os habitantes daquele local. Logo ele descobre que aquele lugar não é o retiro idílico que parecia e que os habitantes  são verdadeiras aberrações, diferente de tudo com o que ele já se deparou. E quanto mais ele descobre sobre a natureza daquelas criaturas, maior é o seu horror perante ao que os abusos da ciência é capaz.



Bates Motel

Pare, entre, escolha seu quarto, tome uma ducha e morra... Um hotelzinho decadente de beira de estrada, administrado por um rapaz de modos delicados e aparência inofensiva, muito dedicado à mãe doente, parece ser um lugar ideal para passar uma noite antes de seguir viagem. Mas cuidado, pois esse local guarda segredos tenebrosos. Não acredite que trancando a porta do quarto haverá privacidade nem segurança. Alguém lhe espia em seus momentos mais íntimos e está pronto para atacar. E não adianta gritar, pois sendo o único hóspede do hotel, ninguém vai lhe ouvir. Um local sombrio, onde nem tudo é o que parece e no qual o preço da estadia pode ser a sua própria vida.



Mystic Falls

Uma cidade conservadora, onde as famílias fundadoras se empenham para manter as tradições, na qual as garotas sempre estão envolvidas em eleições de rainha do baile e líderes de torcida e os meninos em suas competições esportivas. Parece um local pacato, longe dos perigos e tentações que a cidade grande pode oferecer à juventude. Mas é tudo aparência. Mystic Falls é um antro de criaturas letais que se escondem por trás de rostos jovens e bonitos. Vampiros,lobisomens e bruxos convivem em constante conflito, medindo forças, aliando-se e rivalizando-se de acordo com o seus interesses. E se para essas criaturas é perigoso viver ali, para os simples mortais é como andar sobre um campo minado.



Midnight Cove

Midnight Cove é uma cidade muito estranha. Sombras espreitam à noite seguindo as pessoas, criaturas misteriosas forçam a entrada em quartos de hotel, moradores passam a apresentar mudanças bizarras de comportamento e até mesmo as autoridades parecem ser coniventes. O local é um laboratório para uma experiência monstruosa e os habitantes são a cobaia. Pouco a população vai se tornando parte dessa conspiração, fazendo com que aqueles que resistem encontrem cada vez mais dificuldade para lutar contra essa força maligna. À cada dia que se passa a situação fica mais crítica, com uma verdadeira galeria de aberrações mostrando que conhecimentos científicos nas mãos de pessoas dementes podem trazer mudanças catastróficas para o destino da humanidade. Um local um onde você entra e dificilmente sai o mesmo.




Parque dos Dinossauros

A Ilha Nublar é uma reserva biológica na qual se encontra um inusitado parque que alguns cientistas são convidados a visitar. Somente ao chegarem lá descobrem que o local é habitado por dinossauros. Não se trata de nenhuma viagem no tempo e sim de uma impressionante realização da engenharia genética, através da recuperação de DNA. Ter a chance de estar frente a frente com essas criaturas fabulosas é uma experiência estonteante, principalmente sabendo que os animais estão cercados por um eficaz sistema de segurança, foram amansados devido a deficiência de uma substância em seu organismo e são todos fêmeas, impedindo a procriação. Porém todas essas precauções escapam ao controle dos cientistas e quando isso acontece, pobre de quem se encontra naquela ilha.




A Ilha do Negro

O convite para passar alguns dias numa ilha deserta, com todas as despesas pagas e boas acomodações é muito gentil. Porém, não conhecer a identidade do anfitrião torna a situação um tanto insólita. Por outro lado, a curiosidade pode servir como um aspecto motivador para que os convidados aceitem participar dessa aventura. Afinal, o que teriam a perder? Porém, ao chegarem lá ao invés de encontrarem a resposta a respeito de quem os convidou, o que encontram é uma série de enigmas que vai se complicando. Os convidados vão sendo assassinados um a um e, por mais que revirem aquela ilha do avesso, não encontram ninguém além dos hóspedes e da criadagem, indicando que o assassino só pode ser um deles e que a boca livre acabou se mostrando uma grande cilada.

5 comentários:

  1. O Caso dos Dez Negrinhos achei espetacular; um dos melhores livros do gênero que li até agora. Trocas Macabras estou tentando adquirir em um preço em conta mas tá difícil rsrsrrss Com certeza são lugares que eu passaria bem longe hahahaha

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu encontrei Trocas Macabras por R$ 20,00 num sebo, esses dias? Deu até medo de no caixa o cara dizer que o valor era um engano. E está em ótimo estado.

      Excluir
    2. Sortudo você hein rsrsrsrs

      bomlivro1811.blogspot.com.br

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu iria pra Mystic Falls só pra ver as criaturas que existem lá.. Adorei o blog, estou super seguindo, da uma passadinha no meu, tem resenhas e viagens :D Obrigada desde já

    ResponderExcluir