terça-feira, 9 de junho de 2015

A Última Vítima - Resenha


                                                               Sinopse
Uma jovem é enterrada viva. Seu namorado, o Dr. John Stratton, se lança numa investigação para encontrar o criminoso e mergulha numa teia de segredos de família. Enquanto isso, o  assassino ouve apenas o grito atormentado do espírito que domina sua mente tortuosa. É um louco que não descansará até eliminar a última vítima.

                                                              Resenha

Descobri esse livro procurando outro de mesmo título, de Tess Gerritsen. Me interessei, mas enrolei pra comprar, só o fazendo após ler uma resenha no blog Biblioteca Do Terror, do Rafa. E qual foi a minha surpresa ao descobrir que após ser mencionado lá, as dezenas de volumes que estavam na Estante Virtual desapareceram. Comprei um dos últimos e atualmente o livro está indisponível, e quando aparecer certamente não será por um valor atrativo. Virou raridade. E realmente é uma obra notável. É um livro de suspense com elementos sobrenaturais. John é um médico legista que abandonou essa área devido a um problema pessoal e arrumou trabalho numa clínica. Quase que por acidente ele acaba se deparando com um cadáver enterrado numa escavação para uma rede elétrica e qual não é a sua surpresa ao descobrir que a vítima é sua ex-namorada. Daqui em diante não posso dizer mais nada sobre o enredo pois tudo será spoiler. O livro é uma sequência infindável de revelações, surpresas e desdobramentos. Dan não perde o ritmo e as quase trezentas páginas são recheadas de emoção. Um pouco antes da metade, a identidade do assassino é revelada, e fiquei fascinado com essa criatura. Um dos vilões mais assustadores da literatura de suspense. A partir do momento em que ele entra em cena, senti uma certa semelhança com o estilo de Dean Koontz. O assassino parece ter saído das páginas de seus livros, tanto devido a características físicas quanto psicológicas. O autor dosa muito bem diversos elementos. Suspense, ação, romance e terror. O elemento sobrenatural pode desagradar alguns, já que surge com a história bem avançada, mas é algo tão sutil dentro da trama que dá margens a diversas interpretações, inclusive a hipótese de que algumas coisas não passaram de uma alucinação coletiva ligada aos genes da família, que é o ponto central do livro. O ritmo vai se intensificando e dura até a última página. Somente nos últimos parágrafos sabemos se o final foi feliz ou não e fico alucinado com esse tipo de narrativa. Robin Cook, que é um dos meus autores preferidos, faz isso muito bem, de segurar a trama até não poder mais. A Última Vítima é pura diversão e gostaria muito que outros leitores tivessem acesso a essa obra. É a cara do público da Darksides, por isso, fica aí a dica.

7 comentários:

  1. Eu também o comprei após ler a resenha no Biblioteca do Terror do Rafa, mas não li ainda. Acho que vou gostar.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que deduzi de seu gosto, acredito que sim.

      Excluir
  2. Hahaha cara sabe o que vou fazer? Vou começar só a indicar livros depois de comprar eles :) Também fiquei impressionado com a velocidade com que o livro se esgotou. Para mim a obra tem um sabor especial por ser um dos primeiros livros que li, pena que há tão pouca informação sobre essa coleção de livros de suspense da Nova Cultural, até hoje encontrei apenas 3, comprei outro chamado Ancestrais. Pena que grande maioria desses livros estão desaparecendo, semana passada fiz uma peregrinação por sebos aqui em BH e comprei vários livros dos anos setenta com a mesma pegada de suspense. Material de leitura para o resto do ano!

    Muito boa a resenha, apesar de lembrar poucos detalhes do livro, já fazem uns bons oito anos que o li, não esqueço da sensação que senti, terror! Aquela cena do menino enterrado vivo até hoje me dá calafrios...

    PS: Maurilei é aquele tipo de livro que quando você começa a ler sente vontade de se xingar por não ter começado a leitura antes haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Rafa, é preciso comprá-los enquanto é tempo.

      Excluir
  3. Estou ansioso para começar a leitura assim que eu ler alguns livros que está na frente.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, gostaria de comprar esse livro. Alguém sabe me dizer onde posso encontrar?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Olá Natalia. Conforme eu digo na resenha, o livro não está mais disponível nem em sebos virtuais, virou raridade. Portanto, se o encontrar em algum sebo físico, compre, pois naos erá fácil encontrá-lo.

    ResponderExcluir