sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Sete animais que tocaram o terror

Church

Ele era um gato fofinho, pertencente à família Creed, que após se mudarem para a nova propriedade, vivia se aventurando pela perigosa autoestrada próxima à residência. E numa dessas excursões foi atingido em cheio por um caminhão. O corpinho foi resgatado e, como forma de gratidão por Dr. Creed ter ajudado sua esposa, o vizinho lhe prepara uma cova no misterioso cemitério de animais. E então Church volta dos mortos. Mas, para desespero de seus donos, não é o mesmo. Tem um jeito soturno, se torna arredio e tem um fedor insuportável. Logo se percebe que o felino doce e mimado deu lugar a uma fera horrenda, que não vê mais seus donos como seus protetores e sim como sua caça.



Laracna


Ela quase coloca a perder todo o esforço de Frodo em chegar até a Mordor e dar fim ao anel mais valioso e perigoso da Terra Média. Laracna é uma aranha anabolizada, cujo covil se situa em Cirith Ungol. Mais antiga que Sauron, mas livre de sua influência, ela é um bicho autossuficiente. Ele próprio beneficiava-se de sua presença na proximidades, pois era uma espécie de guarda, impedindo que seus inimigos se aproximassem. Shelbe, esse é seu verdadeiro nome, passou sua existência  bebendo o sangue de elfos e homens, crescendo, engordando e tecendo suas teias para capturar tudo o que fosse vivo. 








Tubarão

Ele foi o responsável por uma grande comoção. Fez com que uma equipe se reunisse e dispendesse os maiores esforços para caça-lo após os constantes ataques no pequeno resort costeiro em Long Island. Mas mesmo com toda essa campanha para matá-lo, o bicho não se amedrontava. E o que o tornava mais medonho era o fato de que ele era imprevisível, nunca se sabia quando ia atacar. Seus ataques silenciosos espalhavam o terror, mutilando e matando pessoas incautas e pela velocidade com a qual desaparecia não dava nenhuma chance de retaliação aos seus captores.






Abelhas Africanas

Um enxame de abelhas africanas invade  Nova York e transforma a cidade num caos. Diferente das abelhas comuns, elas não picam apenas para defender sua colmeia. Elas atacam é de maldade mesmo. Em sua fúria, não perdoam ninguém, homens mulheres e crianças viram alvo desses insetos incontroláveis. São mais fortes e resistentes  que suas parentes comuns e seu número só aumenta à medida que invadem as colmeias, contaminando as outras com sua natureza fora do normal. E o que é pior: três ferroadas são o suficiente para matar um adulto.

                                                                           



Basilisco

Sua origem já é bizarra. Nascido de um ovo de galinha chocado por um sapo, o Basilisco é uma serpente dotada de habilidades muito mais perigosas que a de soltar veneno. Apesar das presas letais, sua arma mais implacável é seu par de olhos amarelos. Basta encará-los que a pessoa sofre morte instantânea. E, como se não bastasse, podem viver até novecentos anos. Portanto, se virem por aí uma cobra com pluma vermelha na cabeça, desvie logo o olhar e fuja.






Águia Assassina

O símbolo de um país que se torna o seu flagelo. Bela e imponente a águia representa os Estados Unidos pela sua liberdade, seu dinamismo e seu vigor. Mas o que pode acontecer quando a rainha dos céus se volta contra os seres da terra? Um banho de sangue, com pessoas sendo covardemente perseguidas por um animal capaz de voar, sendo subitamente atacadas por garras letais e impiedosamente mortas por uma criatura cuja fúria é inexplicável. Obs: Apesar do nome diferente e da história se passar nos Estados Unidos, o autor é brasileiro.

                       



 Pastor Alemão

 Cães abandonados por seus donos se unem formando uma matilha e vagam pelas florestas duma cidadezinha no interior dos Estados Unidos, se protegendo e caçando juntos. Parecem apenas um bando de animais ariscos, que não oferecem perigo a menos que alguém se meta com eles. Mas eles não são meros animais que atacam para se defender. Eles sentem ódio da espécie humana e passam a atacá-los não só gratuitamente, mas planejadamente. Dilaceram quem encontram pelo caminho e agem como verdadeira falange, lideradas pelo terrível pastor alemão, um animal tão ardiloso que até parece humano.






16 comentários:

  1. Hahaha Jesus, suas listas estão me matando! Adoro essas curiosidades literárias.
    Fico frustrado de não ler tanto quanto gostaria.
    Das criaturas, fique encantado pelas abelhas africanas.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ben, realmente uma vida é pouco pra se ler tudo o que tem de bom por aí. Abraços. :)

      Excluir
  2. Passando aqui pra pegar algumas dicas e ver o que ta rolando de novo no blog rsrsr. Eu reservo um unico dia na semana pra conferir todos os blogs que eu sigo por isso não comento tanto, mas to tentando aparecer uma vez por semana rs. E minha lista só que aumentaaaa rs Abraços Guto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, Guto. Abraços e sucesso hein. :)

      Excluir
  3. Oii Ronaldo, tudo bem??? Adorei sua lista, hahhah
    Desses, só li mesmo Harry Potter, então só conheço o Basilisco e sim, ele é uma criatura estranha e perigosa :3
    Ahhh e gatos são assustadores mesmo, ahsuahsu. tenho uma e volta e meia ela enlouquece, kkk
    Abraços
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sinto falta disso na literatura de horror de hoje em dia. Nos anos oitenta os animais eram a personificação do horror, cobras, ratos, cães, aranhas, pássaros! Hoje em dia isso mudou, talvez reflexo da sociedade mas os livros de terror atuais são povoados por assassinos e alguns poucos possuem toques sobrenaturais.

    Cito ainda nesta lista:

    Invasão de Ratos de James Herbert
    Semente do Diabo de David Seltzer
    Totem de James Morell

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, sendo que é um recurso capaz de criar excelentes enredos.

      Excluir
  5. Ronaldo, adorei a lista!

    Amo O CEMITÉRIO do King. Esse livro me impressionou pela vida toda. Fui dormir em uma parte crucial do querido Church e de madrugada minha querida gata deu um arranhão na madeira da minha cama e miou. Rapaz, acordei a casa inteira! Fiquei DIAS apavorada! Por causa desse evento sempre digo que esse é o livro mais assustador do King.

    Estou besta com TUBARÃO. Não sabia que era livro! OMG, que mundo eu vivo? Oo

    ResponderExcluir
  6. Olá Ronaldo, eu preciso desesperadamente ler algo do King, não me pergunte porque mais sempre vou deixando pra depois.
    Beijos

    Relíquias
    http://reliquiasaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Obrigado por colocar o meu livro da Águia Assassina aí, Ronaldo Gonçalves.
    Fiquei sabendo através da Aline e fiquei muito contente (y)
    Quando puder, leia para ver o você que acha.

    Desses livros citados só li Tubarão, A Matilha assassina (que encontrei num sebo), nem sabia sobre a existência desse das abelhas. Sou apaixonado por esse estilo de livro. Também fiquei sabendo q o King escreveu um sobre um cão e quero muito ler, além desse do Cemitério que não sabia se tratar de um gato. Também tem o de animais pré-históricos: Jurassic Park que é minha maior paixão (já li 2x e quero ler mais hehe).

    Irie me inscrever aqui no seu blog, que a propósito está de parabéns, e te seguir nas redes sociais.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia de seu livro é excelente e quando eu terminá-lo farei uma resenha aqui no blog. Este do Stephen King que fala sobre um cão chama-se Cujo, ele entrou numa outra lista aqui do blog, sobre outro tema, por isso não quis repeti-lo.

      http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/2015/01/sete-coisas-assustadoras-criadas-por.html

      Esse tema de animais assassinos é muito fascinante, pena que hoje em dia não esteja muito em voga.
      Quanto ao Michael Crichton ele era ótimo mesmo.
      Abraços e obrigado pelo por ter vindo conferir a lista.

      Excluir
  8. O gato de O Cemitério é muito sinistro, o livo todo é na verdade. Um dos livros mais marcantes do King que li até agora.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir