quinta-feira, 10 de julho de 2014

Sete mulheres que tocaram o terror

Elas fizeram a maldita, aprontaram horrores e tripudiaram em cima da tragédia alheia. Pobres daqueles que se deixaram iludir pela aparência delicada. Sexo frágil, mas a alma venenosa. 


Eve Blackwell
  Perversa, pervertida, perigosa e muitos outros pes a definem. Não nutria sentimentos por ninguém, via as pessoas ou como pontes para alcançar um objetivo, ou como obstáculos que atravessavam seu caminho. Não tinha remorsos, era movida pela ganância e destilava veneno de seus poros, contaminando tudo o que tocava. Foi o flagelo dos Blackwell, o castigo de Kate, mas seu final foi de lavar a alma. (Spoiler) Além de se tornar uma aberração após ter prejudicado tanta gente, inclusive sua irmã gêmea, sofreria a tortura de olhar para o semblante de Alexandra ano a ano e ver a aparência que teria caso seu destino não houvesse sido tão irônico. 





                                         Amy
Antes de tudo advirto que quem não leu Garota Exemplar deve pular essa personagem. O fato dela estar na lista já é um spoiler, mas não tinha como não mencioná-la. Até hoje não consegui entender porque Amy ganhou tantos defensores. Uma psicopata desprezível, que enganou todo mundo, inclusive os leitores e que só espalhou a maldade por onde passou. Sem ser machista, não concordo que uma traição justifique uma vingança tão cruel contra seu marido, sem falar que sua fúria atingiu outras pessoas que não tinham nada a ver com o caso. Amy não é o retrato da mulher moderna e sim um exemplo de quanto um ser humano pode descer e perder a razão quando se dedica a uma vingança mesquinha. 


 Juliana
Às vezes criamos uma cobra dentro de casa sem saber. É o caso de Juliana. A invejosa e amargurada empregada descobre o adultério de sua patroa Luísa e a partir daí passa a chantageá-la. Mas ela não se satisfaz exigindo apenas dinheiro. Usa desse trunfo que tem em mãos para tripudiar em cima de Luísa e assim se vinga da jovem, que além do adultério, cometeu o pecado de ser jovem, bonita e rica. Mesmo não sendo uma personagem das mais carismáticas, é revoltante ver Luísa sofrendo tanto nas mãos de uma mulher tão vil e a falta de empatia de Juliana com o sufoco pelo qual sua patroa tem de passar, numa época em que uma traição justificaria até a morte da esposa adúltera, reduz Juliana a um parasita desprezível aos olhos do leitor. 


Akahsa
Uma vampira milenar que se auto intitula o flagelo da humanidade e resolve aniquilar os homens da face da Terra, a quem responsabiliza por toda a violência do mundo. Para Akasha, o mundo ideal deve ser habitado apenas por mulheres, uns poucos homens a servirem de reprodutores e seu querido Lestat, vampiro mais famoso da obra de Anne Rice, reinando ao seu lado. Os momentos em que a Rainha Dos Condenados corre o mundo massacrando a população masculinas é de causar enjoo tamanho o seu poder de destruição. Com a força que séculos de existência lhe proporcionou ela passa por cima de todos que cruzam o seu caminho como um trator. Tanto poder conduzido por uma mente insana só poderia render um livro vibrante, no qual torcemos alucinadamente para que alguém detenha essa praga em forma de mulher.





Miranda
Depois de conhecer Miranda, você nunca mais vai reclamar de seu chefe. Com seu coração de gelo, a modista não sente nenhum remorso em trucidar as pobres secretárias que passam por suas garras. Especialista em humilhar seus subalternos e qualquer um que esteja numa posição inferior, é daquelas mulheres que fazem as pessoas chorarem de tanta raiva. E o que a torna mais detestável, diz as coisas mais horríveis sem perder a elegância. 

Annie Wilkes
Louca é apelido. Após sofrer um acidente de carro o escritor Paul Sheldon vai parar na casa de Annie Wilkes, uma fã ardorosa de seus livros, que tem um“ carinho especial” pela sua personagem Misery. Porém, o que parecia apenas uma situação desconfortável, com o escritor debilitado, preso por uma nevasca na casa de uma estranha, se transforma numa interminável agonia. Aos poucos Sheldon percebe que a aparentemente bem intencionada enfermeira não tem nada de inofensiva e que a paixão por sua obra é na verdade uma obssessão. Ao descobrir que Paul Sheldon pretende matar sua personagem favorita, Annie mostra seu pior lado e, mesmo não sendo uma personagem sobrenatural, como é comum nos livros de Stephen King, não deixa nada a dever para seus vilões fantasiosos, como A Coisa, Christine e os vampiros de Salem’s Lot. Annie Wilkes representa o lado mais sombrio do ser humano, um poço de escuridão que parece não ter fundo e que está sempre pronto a tragar o incauto que se aproximar.


Sra. Danvers
 Sra. Danvers é a governanta que, devotada à Rebecca, esposa falecida de seu patrão, não vê com bons olhos a chegada de sua nova mulher e atormenta sua vida dentro da mansão. Como num bom romance gótico, nada é feito de modo direto, mas com dissimulação, malícia e frieza. Ela atormenta a nova patroa, mantendo viva a lembrança de Rebecca. Para Danvers, qualquer falha de nova esposa (cujo nome nunca é citado no livro, narrado na primeira pessoa), é colocada em evidência, nenhum defeito passa despercebido e tudo é motivo para enaltecer os predicados da antiga dona da casa. Todo essa hostilidade velada torna a vida da jovem esposa um martírio e em muitos momentos torcemos para que ela se revolte e expulse  a governanta daquela casa. Sra Danvers é daquelas raras vilãs que infernizam a vida do protagonista sem derramar uma gota de suor.



20 comentários:

  1. Oi. Adoro suas listas. Dá uma vontade enorme de ler todos esses livros. Desses eu não li nenhum ainda :) Abraços
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gih, a intenção é essa mesmo, a de aguçar a curiosidade sobre os livros de todos os gêneros.

      Excluir
  2. Olááá!
    Qie bacana essa lista! As vezes tem uns personagens que conseguem acabar com a vida de alguém né? daquele tipo "Não quero ter um cara desses na vida".
    Quanto a Miranda, se algum chefe meu for metade do que ela é, eu já teria me demitido hahaha

    um beeijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, não queria conhecer nenhuma dessas mulheres. Obrigado pelo comentário. 

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. E aí beleza? Daora o seu blog. Sucesso.

    http://criticandonamadruga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amei a lista, já tenho 3 como meta =)
    Parabéns pelo blog!

    triocoffee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Desde o Ensino Médio eu tento ler "Primo Basílio" mas acabo parando rs, mas ao saber dessa personagem me deu muito mais interesse em ler! Adorei o post, parabéns! Estou seguindo seu blog bjos www.carolmello.com

    ResponderExcluir
  6. Eu quero ler Misery do Stephen, mas nunca tenho oportunidade. Parece ser um livro ótimo!
    Adorei seu blog, sucesso!

    Beijos
    http://contos-de-duas-doidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá

    Eu quero ler Garota Exemplar, principalmente porque gostei bastante do filme. Só tem algumas coisinhas que fiquei sabendo acerca da narrativa que acho que não me agradarão. Já li Primo Basílio e realmente a Juliana é uma ótima personagem, também estou com Misery aqui pra ler mas ainda não tive tempo. E por fim, já vi o filme Rebeca do Hitchcock e é sensacional.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  8. A Amy é a sádica, mais sádica que já li xD! Me faz pensar até que ponto uma mulher doida pode chegar, e a TPM nem vem ao caso! Interessante mesmo foi como tudo acabou para ela.
    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  9. Heey! Gostei bastante dessa lista, e apesar de só conhecer duas das sete citadas, concordo com tudo o que falou, principalmente da Miranda, que amo do mesmo jeito. Hahahahaha. E Amy, amo e odeio a Amy de Garota Exemplar. Hahahaha.

    Abraços
    http://devoradoresde-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ronaldo; lista fantástica e o tema escolhido também. Tem duas outras personagens do Sheldon especiais nesse sentido. Elas me marcaram muito: Noele Page ("Outro Lado da Meia Noite") e Tracy Whitney ("Se Houver Amanhã"). De fato, quase todas as personagens do autor começam inseguras e levando porradas da vida, mas depois se tornam fortes, poderosas, e algumas delas, perigosos anjos vingadores.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é uma das características mais marcantes dele.

      Excluir