sexta-feira, 25 de julho de 2014

Chasing Tomorrow, Tilly Bagshawe traz a continuação de Se Houver Amanhã



                                                         Sinopse

 Tracy Whitney, a mais popular heroína do escritor número 1 do mundo retorna em uma  sequência sensacional cheia de paixão, suspense e reviravoltas de tirar o fôlego.
Tracy Whitney nunca pensou  que teria uma vida tranquila. Com seu audacioso parceiro Jeff Stevens, tinha sido responsável por alguns dos assaltos mais impressionantes do mundo, saboreando o perigo e aumentando sua fortuna. Mas ainda há uma coisa que falta para tornar sua vida perfeita: um bebê.
À medida que os meses passam e a gravidez tão desejada não acontece, Tracy vê-se ansiando novamente pela adrenalina dos velhos tempos. Quando um belo e misterioso estranho entra em suas vidas, a sua serena rotina  se quebra. Jeff  subitamente acorda uma manhã e descobre que Tracy se foi sem deixar vestígios.
Por mais de uma década ele  busca por respostas, certo de que Tracy continua viva, impedida de se comunicar. Mas o resto do mundo acredita que ela está morta.
Até que uma série de assassinatos leva um detetive francês à sua porta. Onze vítimas, em dez cidades diferentes, em todas as cidades onde Tracy praticou seus golpes. Alguém retorna ao local de seus crimes, despertando fantasmas que Jeff  acreditava terem se esvanecido.
E mais uma vez essa impressionante mulher descobre-se vivendo no limite, jogando as mais arriscadas cartadas sem nenhuma garantia de vitória. E desta vez ela tem  algo muito mais precioso a perder: seu amado Jeff Stevens.
O amanhã finalmente chegou, mas não é o futuro que Tracy esperava.


Paperback: 400 páginas

Lançamento Previsto: 14/10/2014

Capa do e-book em pré venda na Amazon. 


Expectativa

 Escrever a continuação de uma obra prima como Se Houver Amanhã é mexer num vespeiro. Tilly Bagshawe recebeu da viúva do autor a  incumbência de terminar uma obra inacabada de Sheldon, reproduzindo seu estilo e transformando seu nome numa marca. O livro em questão foi A Senhora do Jogo, segundo Tilly, baseado em rascunhos de Sidney Sheldon, no qual ela mandou bem. A obra seguinte foi uma espécie de homenagem a Se Houver Amanhã, intitulada Depois da Escuridão. Criou uma trama impressionante em Anjo da Escuridão, mas no seu último lançamento, Sombras de Um verão, perdeu a mão e escreveu uma trama complicada, previsível e cansativa.
Quando eu achava que essa brincadeira tinha acabado, chega  Chasing Tomorrow, a sequência tão temida de Se Houver Amanhã. Digo temida porque dá um frio na barriga imaginar a possibilidade dessa sequência descaracterizar personagens tão amados e criar um destino infeliz para o casal mais querido entre os fãs de Sheldon.
A sinopse já dá uma ideia de que o livro foge completamente ao ritmo de aventura de Se Houver Amanhã. Parece mais um livro sombrio, com crimes misteriosos sendo perpretados por um serial killer, mais ao estilo de A outra face e Conte-me seus Sonhos. Ótimos livros do mestre Sheldon, mas dentro de seu próprio contexto. Além do que, dá uma tristeza imaginar Jeff separado de Tracy por dez longos anos.
Mas sejamos otimistas. É claro que lerei Chasing Tomorrow assim quer for lançado e não nego que junto do receio, há também muita expectativa. Esse livro será decisivo na carreira de Tilly como herdeira dos fãs de Sidney Sheldon. Se agradar, acredito que novas sequências virão por aí, mas se o livro for um fiasco, se prepare Tilly, pois terá de conquistar seus leitores por seus próprios méritos.

O lançamento está previsto para novembro de 2015, portanto, aguardem que compartilharei minhas impressões com vocês.

17 comentários:

  1. Olaaa!
    ai jesus, não sabia que a mulher dele estava continuando suas obras!
    mas sei lá, não me animo a Sheldon, minha parceira no blog o define da seguinte maneira "Depois que le um, já sabe a formula de todos" então... sei lá. sabe?! jahaha
    Mas pode ter certeza que aguardarei suas impressões!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é a mulher dele e sim uma outra escritora, a quem Alexandra permitiu usar a marca Sidney Sheldon.

      Excluir
  2. Mas o final de Se houver amanhã, se ainda me lembro bem, deixa implícito que ela não abandonou a vida de adrenalina que ela possuia, rs.. Mas enfimmm, também não me empolgo muito com esses livros da Tilly, pra mim é apenas uma forma de ganhar dinheiro em cima do nome do Sheldon. Ninguém jamais irá superar ele, e prefiro não me arriscar nessas tramas e tirar a magia que tais histórias, escritas por ele, me proporcionaram.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ronaldo! Tudo bem? Vim aqui conhecer o seu blog depois do comentário que você deixou na resenha do livro do nosso querido Sidney Sheldon, "A Ira dos Anjos". Eu ainda não li nenhuma das sequências escritas pela Tilly e te confesso que tenho receio de ler, porque dar continuidade a uma estória escrita por um mestre é uma responsabilidade tamanha e ela tem que ser muito boa pra conseguir cumpri-la de um modo satisfatório.
    Eu tenho muita vontade de ler a continuação de "O reverso da medalha", que se chama "A Senhora do Jogo". Você já leu? É bom? Fiquei de comprar, mas até agora não comprei.
    Muito bem construído o seu post.
    Espero que a Tilly mande bem no livro pra que nós, os fãs de Sheldon, não queiramos queimar os livros dela. (risos) Brincadeira!

    Um abraço!

    Blog || FanPage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena ler A Senhora do Jogo sim, Erica., Ela consegue imitar bem o estilo de Sheldon, mas é claro que falta algo. Mas acho que agora que ela conseguiu se firmar, já está na hora de continuar sua obra por seus próprios méritos.

      Excluir
    2. A senhora do jogo livro top.Recomendo.

      Excluir
  4. Amo S.S mas falta ele nas "continuações" de M. Tilly :) Então parei na coleção só dele!
    Gostei do blog, parabéns! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ronaldo, você poderia me informar se esse livro já foi lançado no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não Lidiane, segundo a Record, sai ainda este ano, mas não deram a data.

      Excluir
  6. Lí todos os livros de Sidney Sheldon e obviamente gostei mais de uns e menos de outros, porém tenho um fascínio inexplicável pelos livros do grande mestre. Talvez seja a adrenalina impressa em casa página. E quanto aos livros de Tilly com a marca S.S. confesso que gostei muito, ela além de escritora era fã de S.S., vou ler todos que forem lançados pois sou fã fiel. Pena que demoram para lançar aqui para nós tupiniquins! Parabéns pelo Blog. Abraços. Juarez Henquemaier.

    ResponderExcluir
  7. Li todos os livros de Sidney Sheldon pelo menos umas 3 vezes cada um, sou fascinada pela obra desse grande escritor. Quando descobri que a escritora Tilly Bagshawe está escrevendo a continuação de alguns livros de SS, corri comprar todos e ler. Confesso que amei, é como se o mestre estivesse ditando cada palavra no ouvido dela. Incrível!
    Márcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela reproduz muito bem mesmo o estilo dele, mas falta a essência, que é o mais importante.

      Excluir
  8. Olá, que autor vc recomendaria para quem está morrendo de saudade do estilo de SS? Obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tão completo como Sidney Sheldon eu não conheço, mas os primeiros livros de Harold Robbins são bem parecidos. Irving Wallace é muito bom. Mas dos autores mais atuais, Erica Spindler é a que mais de assemelha a ele. Histórias com suspense, romance, intrigas e grandes personagens femininas.

      Excluir